Pesquisas

Com o objetivo de demonstrar na prática nossa metodologia, optamos por fazer parcerias com agricultores pioneiros e com eles criarmos áreas demonstrativas. Primeiramente, elegemos a região centro-oeste do estado de São Paulo, principalmente pelo fácil acesso de universidades e centros de pesquisa florestal/ambiental e agropecuárias. Além disso, as características físicas da região são apropriadas para ressaltar o efeito positivo das árvores, como solos pobres e arenosos e paisagem fortemente desarborizada. Trabalhamos com agricultores que, acreditamos se manterão fiéis ao projeto por pelo menos 15 anos.

Construímos um banco de dados dinâmico, com as espécies exóticas que se encaixam melhor em cada região do Brasil.

A avaliação das áreas demonstrativas será feita em parceria com pesquisadores de carreira e pela equipe do RdA. Avaliaremos as três grandes áreas: Indicadores humanos e sociais; Indicadores técnico-econômicos das culturas e Indicadores técnico-econômicos das faixas florestais.